quarta-feira, 22 de outubro de 2014

Scarlett Johansson poderá protagonizar filme de Ghost in the Shell

Ghost In The Shell Americano ScarlettEu sei que você clicou no post por causa da imagem.
O site de notícias sobre o mundo de Hollywood, Deadline, publicou nessa quinta-feira que a Dreamworks ofereceu cerca de 10 milhões de dólares à atrizScarlett Johansson (Os Vingadores Lucy), para que ela pudesse estrelar o live-action do mangá de Masamune Shirow, Ghost in the Shell.
No mês passado, o site havia publicado que a empresa estava em negociações com a atriz australiana Margot Robbie (O Lobo de Wall Street), porém foram por água abaixo, já que rumores diziam de que ela estaria encaminhada para a produção do mais novo filme da Warner Bros. em parceria com a DC Comics,Esquadrão Suicida. Mas isso já é outra história.
Além dos anúncios, a Deadline postou informações sobre o elenco da produção hollywoodiana do mangá: Rupert Sanders (Branca de Neve e o Caçador) estará no comando do filme, com roteiro de William Wheeler (O Vigarista do Ano) e produção de Avi Arad (franquia de filmes Spider-Man e X-Men), Steven Paul (do Seaside Entertainment), Mark Sourian (O Chamado 2 e Need For Speed) e Laeta Kalogridis (Ilha do Medo).
A Sony e a Universal também estavam negociando os direitos com a Production I.G e a Kodansha, mas o que fez com que a mesma batesse o martelo para a Dreamworks foi pelo fato de que Steven Spielberg – que é co-fundador da empresa americana – ter mostrado um grande interesse pelo projeto, e disse: “Ghost in the Shell é uma das minhas histórias favoritas. É um gênero que chegou e nós o recebemos com muito entusiasmo aqui na Dreamworks”. O estúdio possui os direitos da série desde 2008.
Masamune começou a serializar Ghost in the Shell em 1989 na Young Magazine e o finalizou em 1997, com três volumes. O mangá seinen com estilão cyberpunkinspirou vários anime filmes, um jogo e uma séries OVAs intitulada Ghost in the Shell: Arise, que é um prequel da história original e, mais tarde, ganhou uma adaptação em mangá, publicado pela Young Magazine. Nos Estadors Unidos, o mangá, que era título da Dark Horse Comics, passou a ser republicado pela Kodansha Comics USA em 2009.
Postar um comentário