segunda-feira, 19 de maio de 2014

Atari vai virar uma marca de hardware novamente? Mais ou menos

Ja faz algum tempo desde que a Atari entrou em falência e foi comprada por Frederic Chesnais. Agora, em uma entrevista ao VentureBeat, o novo presidente da companhia explicou seus planos para ela – e estes vão muito além das simples camisetas e outros produtos que são vendidos com a logo da marca.
Mas então, para que lado a companhia vai se focar? Segundo Chesnais, a companhia “é mais do que uma marca de software... é uma marca de hardware”. Antes que você comece a pensar em um novo console da atari, o CEO corrige: “eu não estou falando de um novo console... Mas, tipo, um relógio. Um relógio gameficado. Não é o que nós vamos fazer, mas pense sobre algo assim”, comentou, mencionando também a ideia de um relógio que teria “algo a mais”.

Uma marca para um estilo de vida

Este primeiro exemplo pode ter sido um pouco confuso, mas a outra possibilidade citada por ele nos dá uma ideia bem melhor de seu conceito de “marca de estilo de vida”. “Você tem uma jaqueta. Nós temos um plug para que você possa carregar seu iPhone ou Android. Você tinha um chip solar em seus ombros para que sua força... Para que você nunca fique sem baterias”, explicou. “É mais do que apenas jogar. Ela vai além...”.
É claro que ideias como essa ainda devem demorar um pouco para sair dos conceitos e chegar até um produto final, mas é preciso admitir que as ideias podem ser bastante promissoras. Tudo o que podemos fazer, infelizmente, é aguardar – mesmo assim, é bom saber que uma empresa tão importante para a história dos games está recebendo um tratamento mais digno.
Via BJ
Postar um comentário