quinta-feira, 9 de outubro de 2014

Windows 10 deve rodar “em qualquer coisa”

Considerando-se que 70% dos dispositivos focados no conceito da Internet das Coisas (Internet of Things) estejam atualmente vulneráveis a ataques hackers, a solução, naturalmente, deve ser um sistema operacional mais seguro — e, sobretudo, mais multifacetado. Para o CEO da Microsoft, Satya Nadella, esse deve ser o Windows 10. Para ele, a nova geração da plataforma deve ser capaz de “rodar em praticamente qualquer coisa”.
“A Internet das coisas vai precisar de um sistema operacional que seja gerenciável e seguro”, disse Nadella durante a última edição do Gartner Symposium ITxpo. “Eu sinto que o Windows será um sistema operacional fantástico para funcionar no limite. Essa é realmente a nossa estratégia para a Internet das Coisas. Nós estamos focados na Internet das Coisas hoje. Só de ouvi-los aqui eu tenho vontade de voltar e focar o meu departamento de marketing nisso.”

Wearables também estão nos planos

Satya Nadella também aproveitou a ocasião da Gartner Symposium ITxpo para garantir que os dispositivos vestíveis (wearables) também estão nos planos da Microsoft para o Windows 10. “O Windows passou por uma rearquitetura para se tornar um Windows visceral que poderá rodar qualquer coisa”, disse Nadella.
“Nós projetamos o Windows certo para os aparelhos certos e para as funcionalidades certas”, ele continua. “O Windows 10 é um passo muito importante para nós. Trata-se do primeiro passo para a nova geração de Windows, e não apenas de um sucessor para o Windows 8.” Nadella lembra que a computação de “propósitos gerais” deve lançar mão de uma grande diversidade de sensores. “Nós engendramos o Windows de tal forma que ele possa rodar em qualquer coisa.”

Nadella reforça que o Windows pode mesmo ser a escolha quando comparado a outros sistemas operacionais direcionados à Internet das Coisas. Ademais, a companhia deve trazer mais detalhes sobre a nova geração do sistema operacional durante a edição de 2015 da tradicional Build, a ser realizada em abril.
Fonte:TecMundo
Postar um comentário